jornaldosabado@gmail.com ANUNCIE AQUI! Temos o melhor custo x benefício, confira.  
 

 
              Procure notícias, empresas, telefones

 
 
Sábado, 23/01/2021
 04:30
 

 

 

Jornal do Sábado
N OTÍCIA

Veja todas as notícias

 

SÃO JOÃO DA BOA VISTA/SP
Rede municipal projeta volta às aulas para 4 de fevereiro

13 de janeiro de 2021 | 22h00

 

De acordo com a nova diretora do Departamento de Educação da Prefeitura de São João, Eloísa Helena Rodrigues Matielo Ribeiro, 4 de fevereiro é a data prevista para que as aulas retornem nas escolas da rede municipal de São João, de forma presencial.

Desde que foi nomeada pela prefeita Teresinha (DEM), em novembro de 2020, Eloisa vem se reunindo com professores e diretores das escolas municipais para que tudo seja organizado dentro dos protocolos sanitários, além de aguardar como a região estará no Plano São Paulo, neste período.

 

  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

 

“Nossa vontade é seguir o planejamento do Governo do Estado de São Paulo, que já confirmou que as aulas voltarão. Acreditamos que este também seja o anseio da maioria dos pais”, declarou a diretora.

Com isso, tudo está sendo preparado cuidadosamente para a volta. Foi criado um extenso plano de retomada gradual para as atividades presenciais, além do protocolo sanitário da rede municipal de ensino.

“Estamos trabalhando intensamente com todas as possibilidades. Apesar do pensamento do Governo de São Paulo, a definição sobre a obrigatoriedade cabe ao Conselho Estadual, que vai se reunir para discutir o assunto no dia 13 de janeiro”, comentou Eloisa.

O secretário estadual de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, afirmou que a retomada das aulas presenciais será obrigatória para professores e estudantes.

“Mesmo que estejamos eventualmente na bandeira vermelha, voltaremos em rodízio com máximo de até 35% dos alunos no mesmo turno”, explicou Soares.

Em São João, Eloisa pretende não adotar a obrigatoriedade. “Sabemos que há pais que não se sentem seguros ainda em enviar seus filhos à escola. Isso será respeitado. Vamos aguardar os próximos dias, inclusive com a possível chegada da vacina. De qualquer forma, todas as possibilidades estão sendo trabalhadas para o melhor retorno”, conclui a diretora.

A sanjoanense e secretária Amanda Falavigna, mãe do Benício (5 anos), que estuda na Emeb Carvalho Pinto; e da Betina (2 anos e 10 meses), que estuda na Emeb Luci Teixeira, ainda está na dúvida se leva ou não os filhos no retorno das aulas em São João.

“Ao mesmo tempo que eu penso: finalmente as aulas vão voltar, logo o medo já se faz presente, será que eu levo ou espero um pouco mais? Eu prefiro ter meus filhos com saúde para que, assim que possível, ir atrás do ‘prejuízo’ do que correr risco de eles pegarem Covid. Mas estamos entusiasmados e com fé de que logo menos tudo estará normal novamente. Apesar da ansiedade para que tudo se normalize e aos poucos a rotina dos meus filhos volte ao normal, ainda não me sinto 100% segura com a volta das aulas presenciais”, disse Amanda.

A secretária fez questão de lembrar das pessoas que têm dificuldades por não ter onde deixar os filhos. “Eu tenho essa tranquilidade porque, graças a Deus, minha mãe pode ficar com meus filhos, para meu marido e eu trabalharmos; mas pensando nas crianças que não têm uma pessoa de confiança para ficar, é muito triste e nos faz colocarmos no lugar dessas pessoas. Se eu não tivesse com quem deixá-los, provavelmente estaria contando os minutos para a volta presencial”.

Jessica Rink é auxiliar administrativo, também em São João, e mãe de uma aluna do Sesi; o colégio ainda está decidindo a melhor maneira de retomar as aulas. Jessica afirma que estamos vivendo um momento muito difícil.

 

  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

 

“Apesar de me preocupar com a educação intelectual da minha filha, me preocupo mais com o bem-estar e conforto dela. Não sei se a melhor alternativa é retornar as aulas presenciais ou não. Acho que escola e família devem estar unidas neste momento. A retomada das aulas deve ser muito bem avaliada pelo Departamento de Educação, pois na minha opinião as escolas não têm capacidade física de manter todas as crianças na escola, seguindo corretamente o protocolo de prevenção”, pontuou.

RETOMADA DAS ESCOLAS MUNICIPAIS

As escolas deixaram de executar atividades presenciais como medida de prevenção ao coronavírus e aproxima-se o momento do retorno gradual dos estudantes para atividades neste formato. Para que isso ocorra de maneira segura, o Departamento Municipal de Educação levará em consideração todas as regras estabelecidas pelas autoridades competentes no protocolo sanitário.

A Pasta elaborou um plano para a retomada gradual às atividades presenciais em 2021 — nele diz que a escola deverá planejar detalhadamente as etapas e passos da retomada, com responsabilidade, autonomia e liberdade para garantir o retorno embasado nas melhores práticas ou estudos realizados a esse respeito, bem como com o envolvimento da comunidade escolar – alunos, professores, pais e funcionários.

As aulas presenciais apenas poderão retornar se forem seguidos todos os protocolos de segurança por parte de toda comunidade escolar: diretor, vice-diretor, professores, coordenadores, funcionários, estudantes e familiares, atendendo todas as normas definidas em reunião específica dos Departamentos de Saúde e Educação, em dezembro de 2020.

PROTOCOLO SANITÁRIO

O Departamento de Educação também preparou um documento que visa orientar os gestores das Unidades Escolares que atuam na Educação Infantil (creches e pré-escolas) e Ensino Fundamental, como instrumento de apoio no retorno gradual das aulas presenciais, com manutenção de um ambiente seguro e saudável para os estudantes, professores e funcionários. O documento apresenta orientações sanitárias para o funcionamento e desenvolvimento de atividades presenciais nas escolas, com medidas de proteção à Covid-19.

Entre tantas medidas que devem ser cumpridas, tanto coletivas quanto individuais, vale destacar que em áreas comuns é obrigatório o uso de máscaras; lavar as mãos com água e sabão, preferencialmente, ou disponibilizar frascos com álcool em gel 70%; aferir a temperatura no acesso às áreas comuns, sempre que houver necessidade; garantir o distanciamento físico, respeitando a distância mínima de 1,5 metro; manter os ambientes ventilados (janelas e portas abertas); manter a limpeza de móveis, superfícies e utensílios; e evitar que pais, responsáveis ou qualquer outra pessoa de fora entre na instituição de ensino, exceto para retiradas de marmitas.

 

Fonte: O Município

 

 

 

Veja + em
São João da Boa Vista/SP

Motociclista morre após atropelar cavalo na SP-344

Ferroviária VLI faz vistoria para implantação de ciclovia

Novo comandante assume 24º Batalhão da Polícia Militar

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

+ DE 25 MIL SEGUIDORES
O maior portal de São João e região!

 

 

 

P ARCEIROS

 

   
 
   

 

+ Veja todos os nossos parceiros

 

 

 

C ONTATO

 

Curta nosso Facebook

 

Messenger

 

Instagram

 

Siga nosso Instagram

 

 

 

 

Notícias

São Paulo/SP

- Águas da Prata/SP
- Aguaí/SP
- Espírito Santo do Pinhal/SP
- Santo Antônio do Jardim/SP
- São João da Boa Vista/SP
- Vargem Grande do Sul/SP

Minas Gerais/MG

- Andradas/MG
- Poços de Caldas/MG

Editoriais

- Cinema, Filmes e Séries
- Games
- Horóscopo
- Piadas
- Quadrinhos
- Receitas
- Surreal

Guia de Empresas
Parceiros
Anuncie

 


© 2009 - 2021 todos os direitos reservados

Anuncie SUA EMPRESA conosco!
Temos o melhor custo x benefício, confira.

jornaldosabado@gmail.com