jornaldosabado@gmail.com ANUNCIE AQUI! Temos o melhor custo x benefício, confira.  
 

 
              Procure notícias, empresas, telefones

 
 
Quarta, 21/10/2020
 23:52
 

 

PUBLICIDADE

 

 

Jornal do Sábado
N OTÍCIA

Veja todas as notícias

 

VARGEM GRANDE DO SUL/SP
Abastecimento de água entra no alerta vermelho

13 de outubro de 2020 | 23h00

 

Alerta vermelho sempre significa riscos extremos e a Gazeta, ao usar este termo quer levar ao conhecimento da população a crítica situação que se encontra o abastecimento de água no município, caso não haja chuva abundante nos próximos dez a quinze dias. Neste sábado, dia 10 de outubro, deve chegar a um metro ou um pouco mais, o tanto que baixou o nível da água junto à Represa Eduíno Sbardellini, que abastece Vargem Grande do Sul.

Próximo à captação, já estão se formando bancos de areia e se o volume baixar na mesma proporção de três a cinco centímetros por dia, pode-se chegar ao extremo das bombas não poderem mais captar a água da represa, o que levaria ao colapso o abastecimento da população.

 

  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

 

O mês de setembro é considerado o início da estação chuvosa na Região Sudeste, mas houve poucas chuvas no mês passado e o calor aumentou muito este ano, crescendo também o consumo de água no município. A situação começou a ficar crítica e no dia 25 de setembro o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) decretou “Estado de Alerta de Desabastecimento de Água”, que entrou em vigor na segunda-feira, dia 28, vigorando pelo período de até 60 dias.

Klabin Dei Romero, superintendente do Serviço de Água e Esgoto (SAE) mostrou-se preocupadíssimo com a situação na entrevista que concedeu ao jornal, mas estava confiante que pudesse chover neste final de semana. “Se não chover, vamos ter de tomar uma medida mais drástica com relação ao racionamento que hoje está funcionando das 8h às 14h”, afirmou ao jornal Gazeta de Vargem Grande. Explicou que para preservar um pouco mais de água na represa e atender a população caso as chuvas não ocorram, o racionamento deverá ser feito no mínimo por 12 horas.

Klabin lembrou que na crise hídrica de 2015, a represa chegou a baixar 81 cm, só que as chuvas na época ocorreram no final de setembro, chovendo muito nos dias 26 e 27 de setembro daquele ano e após uns quatro dias, a represa encheu novamente.

Para enfrentar o problema, além do racionamento, o SAE está fazendo todo um trabalho de conscientização junto à população para que se economize água. Também está fiscalizando e multando quem for pego desperdiçando o que nos últimos dias tem se tornado ‘o precioso líquido’.

“A campanha tem ajudado, mas a população precisa ter ciência da gravidade da situação e diminuir ainda mais o consumo, utilizando a água somente para o essencial”, falou o superintendente.

Também durante a semana, funcionários do SAE e do Meio Ambiente, estiveram limpando o Rio Verde e suas margens logo acima da represa, para ver se o fluxo de água melhora e aumenta a reserva da represa.

 

Fonte: Gazeta de Vargem Grande

 

 

 

Veja + em
Vargem Grande do Sul/SP

Andamento de obras de tronco coletor é questionado

Ladrões agridem morador ao roubarem sua casa

Associação de Apoio à Pessoa com Câncer busca ajuda para ampliar trabalho

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

+ DE 25 MIL SEGUIDORES
O maior portal de São João e região!

 

 

 

P ARCEIROS

 

   
 
   
 
   
 

 

+ Veja todos os nossos parceiros

 

 

 

C ONTATO

 

Curta nosso Facebook

 

Messenger

 

Instagram

 

Siga nosso Instagram

 

 

 

 

Notícias

São Paulo/SP

- Águas da Prata/SP
- Aguaí/SP
- Espírito Santo do Pinhal/SP
- Santo Antônio do Jardim/SP
- São João da Boa Vista/SP
- Vargem Grande do Sul/SP

Minas Gerais/MG

- Andradas/MG
- Jacutinga/MG
- Poços de Caldas/MG

Editoriais

- Cinema, Filmes e Séries
- Editais
- Games
- Horóscopo
- Piadas
- Quadrinhos
- Receitas
- Surreal

Guia de Empresas
Parceiros
Anuncie

 


© 2009 - 2020 todos os direitos reservados

Anuncie SUA EMPRESA conosco!
Temos o melhor custo x benefício, confira.

jornaldosabado@gmail.com